5 comentários:
De Darksidemoon a 27 de Setembro de 2006 às 13:02
Olá, vim retribuir a tua visitinha e ficou supresa, a esta hora não tenho muito tempo para ler mas logo voltarei cá com mais tempo para ver os outros teus blogs. Mas li este post e fiquei impressionada porque me sinto assim mesma... e colocaste tão bem em palavras...

Obrigado e beijinhos ***


De viciodeti a 27 de Setembro de 2006 às 13:46
Olá Carol, antes de mais agradeço a tua visita ao meu cantinho do vicio...gostei muito deo que li neste teu post...é uma realidade de muitos de nós...no entanto esse teu medo de errar faz parte da nossa natureza...eu sou da opinião de que aprendemos com os nossos erros, tiramos sempre deles uma lição...o medo...pois...é normal termos medo quando nos aproximamos do desconhecido e não sabemos muito bem o que esperar do outro lado...eu acho é que quando queremos muito uma coisa ou alguém só temos mesmo que ir à luta nem que para isso tenhamos que levar a tão referida "tampa"...um beijinho viciante...


De viciodeti a 27 de Setembro de 2006 às 13:47
Olá Carol, antes de mais agradeço a tua visita ao meu cantinho do vicio...gostei muito deo que li neste teu post...é uma realidade de muitos de nós...no entanto esse teu medo de errar faz parte da nossa natureza...eu sou da opinião de que aprendemos com os nossos erros, tiramos sempre deles uma lição...o medo...pois...é normal termos medo quando nos aproximamos do desconhecido e não sabemos muito bem o que esperar do outro lado...eu acho é que quando queremos muito uma coisa ou alguém só temos mesmo que ir à luta nem que para isso tenhamos que levar a tão referida "tampa"...um beijinho viciante...


De Paty a.k.a Wildflower a 27 de Setembro de 2006 às 16:19
Ai ai ai...linda! Pois conheço bem o género!
Não posso ser te gd ajuda...a impulsividade e o querer a força não me ajudaram nada! Mesmo nada...
O problema é o ficar à espera...
Alguém uma vez disse me que no amor era mais ou menos como ter areia na mão...se abrires demais vai-se, de menos tb se escapa tudo....o remedio é o meio termo e verás que conseguirás ter um pedaço de areia durante muito tempo na mão...
Faz sentido??!! Hmmm...
Não sei...
Beijus gds


De Angel a 27 de Setembro de 2006 às 16:55
Quem sou eu para dizer seja o que for, mas como sou do género de opinar sempre, cá vai :)
Compreendo muito bem o que sentes, porque eu também sou assim. Sempre tive um medo terrível da rejeição, o que talvez tenha contribuído para a situação que vivo hoje. Mas se há coisa que a vida me ensinou ao longo dos meus 25 anos de vida, foi que se não formos à luta nunca sabemos se teríamos hipóteses ou não.
Ainda há bem pouco me encontrei numa situação como a tua. Será que vou levar tampa? Será que vou levar sim? Talvez fosse mau levar a dita tampa, mas também não é menos mau viver com os ses e então decidi perder os medos e avançar. Claro que levei a dita tampa, mas isso são pormenores :p O que é certo é que depois de eliminares as dúvidas saberás como deves seguir com a tua vida, mas até lá vais ter sempre essa dúvida a chatear-te a cabecinha.
Pensa que nós somos mais forte que qualquer medo, insegurança ou outra coisa qualquer. Há que lutar pela vida.
E pronto, chega de sermão de uma pessoa que diz diz mas que no fundo ainda não aceitou bem o que tenta que os outros façam, eheh
Beijoca


Comentar post