.Coisas Novas

. Ai os meus pés...!

. UPS...

. Zezé...nosso amigo!

. Yeah, right!

. A 1000 à hora!

. Desafio!

. Dança comigo...

. Cá estou eu...

. Ciclo Vicioso

. Hum, saudades...

.Coisas d'ontem

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

Sexta-feira, 21 de Julho de 2006

Dizem...

Diz quem nos conhece que os olhos brilham, que existem olhares cúmplices, que há sentimentos por mostrar no meio de tanta palavra que é dita e que, por mais que tentemos negar, vê-se o quanto gostamos um do outro.

Eu sei. Não duvido em momento nenhum que ele me adora como o adoro a ele. Está fora de questão pôr em dúvida algo que já não escondemos há muito tempo. Sei que é uma amizade despida de segredos, forte e que não verga por palavras, nem por nada. Mas não consigo acreditar em mais que isso. Porque eu sei o que sinto e sei que extravasa qualquer sentimento de pura amizade. Controlo o que sei porque nem sempre encontro nele as respostas que julgo precisar para ceder. Mas fica cada vez mais difícil.

Diz quem nos conhece que ele gosta de mim. E eu sei disso. Mas gosta como? Como sempre gostamos um do outro?

Não consigo compreender e sinto cada ausência não explicada. Além do stress da faculdade e dos exames não encontro outra explicação para o afastamento que tanto me magoa e me tira a concentração. Diz quem nos conhece que está confuso por ser eu a sua melhor amiga.

Diz quem nos conhece que ele está a tentar evitar o que acha que não deve.

 

Ele disse-me "amot" numa sms. Eu não acreditei. Brinquei. Ele não voltou a dizer.

Não sei o que quis dizer com aquilo. Não consigo acreditar que seja exactamente o que me quis dizer. Mas tive pena que ele não repetisse.

 

 

p.s.: Diz quem nos conhece que eu estou apaixonada. Eu digo "amot" e digo que acho que dariamos mais que certo por nos conhecermos tão "demasiado" bem, como tu dizes.

 

 

 

Sinto-me: à nora!

publicado por Carol às 23:02

link do post | comentar | favorito
|

6 comentários:
De Cöllyßry a 21 de Julho de 2006 às 23:43
Oi docura...ha olhares que palavras não saben traduzir e palavras e não conseguem dizer o sentir...
Belo fim de semana para Ti tambem...
Bjocas doces e meu esvoaçar...
Cõllybry


De Sereu a 22 de Julho de 2006 às 05:52
Era mais fácil se os sentimentos estivessem catalogados ou definidos por niveis de intensidade. Não é assim e, por isso mesmo, temos que ser capazes de os ir medindo diariamente.

Digo-te carol, nada melhor do que a ausência para sermos capazes de pesar a importância de uma presença...espera que ele perceba isso!

Beijinhos mt gands...
Que estranho isto da blogosfera, parece que nos conhecemos ha anos... e só escrevi aqui pela primeira vez ha meia dúzia de dias...

BJSSSSSSSSS


De Angel a 22 de Julho de 2006 às 23:48
Sinceramente acho que tiveste a sorte de encontrar alguém de quem gostas e que gosta de ti e ainda não percebeste o que isso significa. Estás à espera de quê?? Fala com ele, mas uma conversa a sério. Ficar na dúvida dói mais que saber a verdade. Acredita que se eu recebesse um sms com essa palavra mágica, sinda por cima de uma pessoa que eu gostasse, não estaria à nora certamente.
Fala com ele. telefona, grita, escreve, faz qualquer coisa, mas não deixes passar esta oportunidade de seres feliz.
Fico a torcer.
Beijinhos


De Paty a.k.a Wildflower a 24 de Julho de 2006 às 13:40
Conheco o feeling e a sensação!
Não te deixes levar por essas questões que são negativas. Continua acreditar na amizade, continua a acreditar no amor e da tempo ao tempo. Um dia voçês vao chegar a um ponto em que têm mesmo de falar disso...
E ai...se o amor realmente existe...vai superar tudo e vai falar mais alto. Não te feixes, não negues, não resistas...
Go with the flow...
Beijos


De MoonLight a 28 de Julho de 2006 às 13:38
É a tua cabeça, a tua mente, que está a colocar todas estas questões... porque o teu coração, amiga, esse sabe há muito o que sente! E quem disse que no amor, não há amizade? E que de uma grande amizade, não pode nascer um grande amor? Hum! parece-me que ambos têm as respostas... e ambos têm medo de as assumir, por um motivo, ou por outro... Talvez se abrirem o coração um ao outro, não se arrependam... Está nas vossas mãos! Sejam felizes! Bjs de Luz


De PM a 5 de Agosto de 2006 às 13:11
como eu costumo dizer "é um caminho muito difícil de trilhar esse que vai da grande amizade para algo mais", mas é para ser trilhado sem medos, pois no final, mais que não seja, haverá a amizade.

entretanto .... boas férias!!!




nota: chama-se a isto, um comentário dois-em-um.


Comentar post

.Mais sobre mim

.Pesquisar...

 

.Novembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.Ando a ler...


Photobucket - Video and Image Hosting
.A Insustentável leveza do ser.

.O filme que me marcou...


Photobucket - Video and Image Hosting
.O fabuloso destino de Amélie.

.A música que me arrepia...


Photobucket - Video and Image Hosting
.U2 - One.
blogs SAPO

.subscrever feeds